Para montar a sua programação siga estes passos:

1 - Clique no botão Settings

2 - Na janela azul que se abrir clique em Change Stations.

3 - Vai abrir uma nova página. Escolha o país clicando em Select Country.

4 - Agora é só você escolher as cinco estações de sua preferência.

5 - Feche esta página e retorne à janela azul.

6 - Marque a opção Remember play mode on refresh?.

7 - Finalmente, clique em Save.

21 de abr de 2007

Web 2.0 song - Are You Blogging This?



Are You Blogging This?

My picture is flickring around technorati
And I just discovered I am such a newb, I'm on YouTube

Are you blogging this?
Delicious myspace then tell me with meebo
Drop my feed into bloglines, I'm so web 2.0

Are you blogging this?
Blogger blummy skobee ditto seekum suckingfish
Auctionmapper frappr zoomr feedwhip blish
Rollyo seekum previewseek swicki wink
Flickr scanr talkr cheapr soonr kitchen sink

All Ourmedia's confusing me
Maybe I need to read a Wikipedia entry
Are you blogging this?
Google froogle blogger SketchUp calculator talk
Code news catalogs academic search
Finance images video alerts
Mobile SMS picasa translate search

1 de abr de 2007

Ferramentas Web 2.0 na educação



A Internet como a conhecemos, com sua imensa variedade de conteúdos disponíveis para consulta, está se transformando e um novo paradigma se apresenta. Se antes, mudar de um site para outro através dos hiperlinks com um simples clique era algo fantástico, agora, de usuários passamos também a produtores de conteúdos. Colaboração é a palavra-chave da chamada Web 2.0 proporcionando ao usuário uma verdadeira democratização de uso da web, em que é possível não apenas acessar o conteúdo, mas também transformá-lo - reorganizando, classificando, compartilhando e, principalmente, possibilitando a aprendizagem cooperativa, o que, segundo Pierre Lévy, vai nos permitir construir uma inteligência coletiva.
O professor deixa então de ser o detentor do saber e transmissor de conteúdos, passando a ser o facilitador, aquele que estimula nos alunos a cultura de divulgar e debater idéias e que não apenas ensina, mas também aprende.
Há vários recursos web 2.0 que o professor pode utilizar para ampliar a capacidade dos alunos de elaborar textos, pesquisar sobre um assunto, emitir opinião e debater com outros usuários. Uma das primeiras ferramentas de Web 2.0 são os blogs.


Blog: Pela facilidade de edição, uma vez que não são necessários conhecimentos técnicos de construção de páginas, os blogs são uma excelente ferramenta educacional que permite a professores e alunos publicarem na Internet textos, narrativas, registros de aprendizado, notícias, poemas, análise de obras literárias, opinião sobre atualidades, relatórios de visitas e excursões de estudos, fotos, desenhos, vídeos e o que mais a imaginação permitir. A partir do sistema de comentários, o visitante é convidado e emitir sua opinião sobre os posts ou publicações, fazendo com que os alunos reflitam mais profundamente sobre os conteúdos, o que favorece o desenvolvimento do pensamento crítico, da reflexão, da leitura e, conseqüentemente, da escrita.
Os blogs podem ser desenvolvidos pelos professores, pelos alunos ou por grupos reunidos em torno de um projeto comum. As publicações são apresentadas em ordem cronológica inversa, assinadas e com a data de publicação, tal como nos antigos diários.



O que são Web widgets?


O termo “widget” segundo o Wikipedia, diz respeito a componentes de interfaces com o usuário (GUI), mas na prática esses componentes aplicados em ambientes desktops tem a característica de elementos flutuantes e com funções específicas. Um bom exemplo é o Yahoo! Widgets Engine, onde você pode encontrar widgets para
previsão do tempo, mural de recados, busca na Web, etc. Aplicados em ambiente Web, esses elementos se apresentam como aplicativos que podem ser embutidos no código HTML e rodam em server-side, usando tecnologia Flash ou Javascript.

Usando Web widgets

Os Web widgets são usados amplamente em blogs e sites pessoais, para fornecer novos recursos, serviços e relacionar conteúdo, como por exemplo quando incluirmos um vídeo do Youtube no post em um blog. Há serviços como o PageFlakes que são totalmente baseados no sistema widgets, oferecendo um ambiente onde temos janelas com funcionalidades diferentes com a possibilidade mudança de conteúdo e posicionamento na tela.

A inserção de alguns widgets são realizados simplesmente relacionando um trecho de código ao do site. Esses elementos oferecem áreas com conteúdos dinâmicos, usados para aumentar a interatividade sem que a pessoa tenha conhecimentos aprofundados em programação e desenvolvimento Web.

Hoje em dia existem muitas empresas que oferecem livremente widgets, sendo para agilizar a utilização de suas ferramentas, para campanhas publicitárias ou simplesmente como utilidade pública. A seguir estão listados endereços para download , inclusão e mais informações sobre widgets:

Spring Widgets: Reúne diversos tipos de widgets e todos muitos bem elaborados;
Widgetbox: Widgets para blogs, relacionamento de conteúdos e para diversão;
GoodWidgets: Para disposição de fotos, suporta serviços do Flickr, PhotoBucket, entre outros.
Widgetoko e Widgets Lab: Blogs sobre novidades;
Widgipedia: Enciclopédia digital sobre widgets;
Snipperoo: Ferramenta de busca por widgets;

Cada vez mais pessoas, principalmente em blogs, estão adotando esses elementos, tornando o conteúdo mais interativos e levando recursos que tanto atraem seu público como também trás facilidade no uso. Para quem algum site ou blog pessoal talvez valha a pena arriscar usa um ou mais widgets.



Humberto Zanetti - 14/03/2007
em http://wnews.uol.com.br/site/colunas/materia.php?id_secao=1&id_conteudo=373